Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Que tipo de furrie você é?
#1
Olá, esta é uma postagem dedicada para o conhecimento da diversidade de peludos presentes no fórum, gostaria de saber se você é Asexuado ou não, podem contar a história de como descobriram isso, de como se descobriram, também podem contar se tem alguma ligação espiritual, pois alguns furries tem, e se já contaram isso para alguém, como pais, parentes ou amigos. Desculpem se ofendi alguém com essas perguntas, apenas gostaria de saber.
Responder
#2
Meu fursona é um lobo guará, estou em contato com outros furries desde 2000 quando usei a internet para isso, pela primeira vez ai descobri que não estava sozinho nessa ideia, era algo mundial e tinha nome, ai me identifiquei com o lobo guará e segui. Desde filhote eu adorava a TV Colosso em 1994, e sempre quis ter uma "roupa" igual aos personagens do programa. Com o tempo comecei a participar dos eventos e conheci os furs de verdade, foi muito bom.


JrFur    JrFoxFurry     Orlando Maned Wolf 
[Imagem: furrypoll13-badge1.png]
Responder
#3
Acho que o título do seu tópico não combinou muito com a real ideia dada, e acho que você quis dizer "assexual", porque assexuado é um termo biológico para seres que se reproduzem sem troca de material genético. Mas enfim, eu sou uma pessoa assexual, do tipo que não deseja relacionamentos amorosos tradicionais. Me desapego facilmente, mas gosto de construir amizades. Tive certeza do meu rótulo assim que o vi na internet aos 14 anos. Conforme o tempo foi passando, vi parentes, amigos e colegas arranjando seus pares, enquanto eu me mantinha confortavelmente reservado. Mas ainda considero a possibilidade de um dia eu me atrair por alguém dessa forma. Estou de braços abertos para essa possibilidade. Minha família sabe sobre isso, mas só aceitam parcialmente. Eles ainda acham também que eu posso ser atraído por alguém a qualquer hora. Quanto ao assunto espiritual, eu não afirmo nenhuma ligação, mas também não nego, sou neutro.
Responder
#4
Bom, já vou avisando:



Quando eu era só um pivete, eu gostava de desenhos com animais tipo Pernalonga e Mickey, mas queria que houvessem histórias que não fossem tão infantilescas. Daí, eu imaginei uma raça chamada "Ooza", que seriam animais antropomórficos. O nome veio do filme das Tartarugas Ninja "O segredo de Ooze". Até então, eu acreditava que esse tipo de história, animais antropomórficos em histórias mais adultas, era um conceito que só existia na minha cabeça.
Foi quando eu fui numa exposição de quadrinhos da Itaugaleria (Tinha uma sede em Penápolis) e dou de cara com um gibi do Fritz the Cat. Era aquilo! Era aquilo que eu buscava (Embora com traços menos grotescos)!
Anos depois, eu estava jogando RPG, "Lobisomem: O Apocalipse", resolvi inventar uma classe de licantropo que não assume a forma humana nem a forma feral, sempre se mantendo na forma intermediária. Criei um personagem chamado "Snowmeow" que, à época, era apenas "um grande felino branco". E sim, foi baseado no Snowmeow dos ThunderCats. Deu um grande NPC.
Daí, tive contato com a internet, e fui atrás de gibis do Fritz pra ler, mas achei algo muito melhor: Uma história em quadrinhos yiff chamada "Vida Selvagem", do Ramirez. No site dele, links para o FurryBrasil e o Felin. Me inscrevi. Daí, achava que era obrigatório ter um fursona, então entrei com o Snowmeow. Um ano depois, eu encontro uma foto de um tigre branco com hipomelanoma, ou seja, que não tinha listras, e aí atualizei meu fursona para "tigre branco sem listras".
Sou heterossexual (Dizem que é raro, isso), escritor prolífico (Quem conhece a série "Fur And Skin" sabe do que tô falando), estou no FurryBrasil desde 2003 (Fiquei no Felin até o fim, também), e creio que sou o que está há mais tempo no FurryBrasil ininterruptamente (Membros mais velhos saíram e depois voltaram, mas isso é outra história). Já fui namorado de uma certa gata branca portuguesa, mas fazer o quê, são coisas que a gente aprende se lascando. Sou agnóstico, mas já fui espírita e budista.


Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirá falta dela no Verão.
[Imagem: writer__s_stamp_by_themasterneko-d3d718g.gif][Imagem: brony__stamp_by_blizzykai-d3kvtne.png][Imagem: monster_musume_cerea_stamp_by_venasari-d97gxns.png][Imagem: Gurren_Lagann_Stamp_by_BLUE_F0X.gif][Imagem: my_rosario_vampire_inner_moka_stamp_by_a...6ki62a.png]
[Imagem: CAP.jpg]
Responder
#5
(10-06-2018, 03:05 PM)Snowmeow Escreveu: ...
Quando eu era só um pivete, eu gostava de desenhos com animais tipo Pernalonga e Mickey, mas queria que houvessem histórias que não fossem tão infantilescas. Daí, eu imaginei uma raça chamada "Ooza", que seriam animais antropomórficos. O nome veio do filme das Tartarugas Ninja "O segredo de Ooze". Até então, eu acreditava que esse tipo de história, animais antropomórficos em histórias mais adultas, era um conceito que só existia na minha cabeça.
Foi quando eu fui numa exposição de quadrinhos da Itaugaleria (Tinha uma sede em Penápolis) e dou de cara com um gibi do Fritz the Cat. Era aquilo! Era aquilo que eu buscava (Embora com traços menos grotescos)!
Anos depois, eu estava jogando RPG, "Lobisomem: O Apocalipse", resolvi inventar uma classe de licantropo que não assume a forma humana nem a forma feral, sempre se mantendo na forma intermediária. Criei um personagem chamado "Snowmeow" que, à época, era apenas "um grande felino branco". E sim, foi baseado no Snowmeow dos ThunderCats. Deu um grande NPC.
Daí, tive contato com a internet, e fui atrás de gibis do Fritz pra ler, mas achei algo muito melhor: Uma história em quadrinhos yiff chamada "Vida Selvagem", do Ramirez. No site dele, links para o FurryBrasil e o Felin. Me inscrevi. Daí, achava que era obrigatório ter um fursona, então entrei com o Snowmeow. Um ano depois, eu encontro uma foto de um tigre branco com hipomelanoma, ou seja, que não tinha listras, e aí atualizei meu fursona para "tigre branco sem listras".
Sou heterossexual (Dizem que é raro, isso), escritor prolífico (Quem conhece a série "Fur And Skin" sabe do que tô falando), estou no FurryBrasil desde 2003 (Fiquei no Felin até o fim, também), e creio que sou o que está há mais tempo no FurryBrasil ininterruptamente (Membros mais velhos saíram e depois voltaram, mas isso é outra história). Já fui namorado de uma certa gata branca portuguesa, mas fazer o quê, são coisas que a gente aprende se lascando. Sou agnóstico, mas já fui espírita e budista.

Eu já tive um sonho com um dos tartarugas ninja. Só não sei qual, pois quando estávamos na cama ele não usava a faixa no rosto. Devia ser por que ele confiava em min para revelar me sua identidade secreta. *risos*
Mas quando tinha 3 anos sonhei com o Mickey e o Pato Donald, ele me expulsaram da ilha do Papa-Leguas e do Coiote Coio. Eu sentei em um barco e remei, remei, remei. A ilha ficou distante até que bati em algo. mas virei e vi outro ilha igual a outra, com duas montanhas iguais a do desenho no deserto. Olhei de volta e vi a outro ilha tão distante, e quando me virei de novo eu vi a parede do quarto e me virei vi a ilha e quando vi estava de pé na cama, vendo minha mãe dormir na cama de baixo ai deitei e voltei a dormir. Semanas depois nós mudamos para um apartamento maior.

(11-17-2016, 10:30 PM)Linz Greegótique Escreveu: Olá, esta é uma postagem dedicada para o conhecimento da diversidade de peludos presentes no fórum, gostaria de saber se você é Asexuado ou não, podem contar a história de como descobriram isso, de como se descobriram, também podem contar se tem alguma ligação espiritual, pois alguns furries tem, e se já contaram isso para alguém, como pais, parentes ou amigos. Desculpem se ofendi alguém com essas perguntas, apenas gostaria de saber.

Mas sobre descobri isto. No começo eu jogava RPG e pensava nos monstros do jogo. Sonhei com homem-lagarto Azul quando adolescente.
Eu andava por uma feira dessas de rua, e via um sobrado, subia por uma escada até o segundo andar em uma sala escura. Tinha uma maca e derepente ele apareceu e me segurou contra a parede ou deitou na maca comigo... mmmmm... e acordei. Faz tempo não lembro direito. Tive esse sonhos a uns 20 anos atrás ou mais.
Ai quando vi o filme do O Rei Leão em "1994" nos cinemas. Comecei a pedir para sonhar com eles e tive todo tipo de sonhos com leões a cavalos.
Até sentia o calor dentro de min. As vezes tenho sonhos de carinhos e eventos gerais. Descobri o mundo furre só uns mmmm... 9 anos depois em 2003 quando por acaso encontrei um jogo/mundo furre chamado Furcadia. Depois o Second Life onde pratico sexo virtual.
E fiquei nisso. As pessoas são muito complicadas, fazer sexo real é difícil se ninguém nem quer sair de casa para se encontrar com o outro.
Nem dá para fazer sexo por telepatia a essa distância. Nem sair para comer uma pizza, ir no shopping ou fazer qualquer coisas o pessoal que conheci quer.
Ai deixei de ser furre em 2012. Meu gato morreu em 2011, sonhei com a minha vô me trazendo ele logo depois disso. Além de outros sonhos um que terminou em uma festa de digimons e três flamedramons de cores diferentes querem dançar comigo. E o azulzinho me pegando na pista de boliche no final.
Se tenho alguma ligação não sei. Mas as vezes de tanto sonhos com todo tipo de criaturas. Mas faz pouco tempo que algumas vezes em sonhos tenho tido algumas conversar. Como quando meu pai faleceu década atrás. Sonhei andando por lugares em por fim um livraria onde um leão tipo do Cronidas de Narnia me disse que tinha um livro que falar sobre o meu pai. Os livros flutuavas uns sobre os outros e achei um livro fui ler e falava sobre meu pai e algo sobre lobisomen.. mas não conseguia ler mais e acordei.
Responder


Pular para Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)